Deu pane na cachola!

A língua portuguesa é riquíssima em vocábulos, o que permite ao tradutor utilizar-se de inúmeras variantes de um determinado termo nas traduções em que o idioma de chegada é o português brasileiro. Às vezes, até o tradutor mais experiente pode se deparar com uma dúvida sobre um vocábulo e, em se tratando da língua portuguesa, essa possibilidade é bem alta.

Em virtude de peculiaridades e características próprias, nosso idioma torna-se complexo para absorção de forma rápida e precisa. Por isso, a proposta desse novo item do blog “Arca do saber” é, primeiramente, revermos juntos a gramática da língua portuguesa brasileira e deixar todos os posts em local de fácil acesso para futuras consultas.

Começaremos analisando alguns termos que, muitas vezes, geram dúvidas ou aquele branco total no decorrer de uma tradução, e que nos faz questionar qual deles devemos usar em um contexto específico.

AO INVÉS DE / EM VEZ DE

Ambos os termos são locuções prepositivas.

Ao invés de só pode ser usado quando há ideia de oposição, com sentido de “ao contrário de”:

Ao invés de xingar o agressor, calou-se.

       Mesmo com a inflação em baixa, os preços subiram, ao invés de baixarem.

 Em vez de – pode ser usado quando há ideia de oposição e também quando há ideia de “troca, substituição”, com sentindo de “em lugar de, em substituição a”:

       Virou rapidamente à esquerda em vez de à direita, como pretendia. (=oposição)

       Pediu nhoque ao sugo em vez de espaguete ao molho branco. (=troca)

A FIM / AFIM 

A fim de – locução prepositiva que indica finalidade, propósito, intenção, interesse em algo ou alguém.

       Estudo inglês a fim de prestar exame internacional no próximo semestre.

       O rapaz está a fim da colega de trabalho.

 Afim – adjetivo que significa algo similar, parecido, semelhante.

       O casal não tinha interesses afins.

       Os projetos eram afins com os anteriores.

– substantivo, referindo-se a um parente por afinidade. É usado geralmente no plural.

       Na celebração de bodas da minha tia, foram todos os parentes e afins.

SENÃO / SE NÃO

Senão – conjunção adversativa que passa a ideia de “oposição, de outro modo, a não ser, exceto, do contrário, mas sim, mas também, mais do que”.

       Senão se esforçar, nunca conseguirá o que deseja.

       Depois de um dia tão cansativo, nada lhe resta senão dormir cedo.

Se não – ideia de “condição, quando não, caso não”.

       Se não puder vir, avise com antecedência.

       Indaguei ao gerente se não poderia dar um desconto maior no valor total da compra.

DESAPERCEBIDO / DESPERCEBIDO

Desapercebido – sentido de desprevenido, desprovido, despreparado.

       Na hora de pagar o hotel, percebemos que estávamos desapercebidos de dinheiro. A professora me pegou desapercebida e eu não soube responder à pergunta.

Despercebido – sentido de algo imperceptível, não notado, não visto.

       Vestindo roupas simples, passou despercebido pelos colegas.

       Caminhava despercebido pelo beco escuro e não notou que estava sendo seguido.

TRAZ / TRÁS

Traz – vem do verbo “trazer”, conjugação da 3a. pessoa do singular do presente do indicativo ou 2a. pessoa do singular do imperativo afirmativo.

       Meu irmão sempre me traz presentes quando viaja.

       Traz logo o café que estou com pressa!

Trás – advérbio de lugar que significa “atrás, detrás”.

       Ele não me contou o que está por trás disso.

       Tentando ignorá-lo, ela nem olhou para trás quando ele a chamou.

ATRAVÉS DE / POR MEIO DE

 Através de – é um advérbio de modo que se refere à ideia de atravessar.

       A bola atravessou a janela da vizinha, que saiu gritando.

            Só conseguiu ver as lojas da cidade através do vidro do carro.

Por meio de – é uma locução que expressa o significado de “por intermédio de”.

       Conheci meu marido por meio de uma amiga.

            Conseguiu vender o carro por meio de anúncio nos classificados.

A PRINCÍPIO / EM PRINCÍPIO

 A princípio – indica “início, começo, antes de mais nada”.

       A princípio, a comida parecia ser boa, mas o gosto era horrível.

            A princípio, achei que ele estivesse certo.

 Em princípio – indica “de maneira geral, em tese”.

            Em princípio, as pessoas não conseguem se livrar do estresse do dia a dia.

            Em princípio, a colocação do palestrante sobre o assunto decorrido estava correta.

RETIFICAR / RATIFICAR

Esses dois termos são parônimos, ou seja, sua grafia é muito parecida, quase idêntica, mas o significado de ambas é bem diferente. Leia mais no próximo post.

Retificar – equivale a alterar, corrigir, emendar.

Retificando, a reunião será na próxima sexta.

            Você precisa retificar o nome que aparecerá em seu crachá.

 Ratificar – equivale a confirmar, validar, comprovar.

       A diretoria ratificou o aumento que dará a todos os colaboradores.

       Ratifico o que ele falou sobre a péssima qualidade do hotel.

ACERCA DE / A CERCA DE

Acerca de – é uma locução prepositiva que equivale a “sobre, a respeito de”.

       Falei com meu gestor acerca do projeto que estava realizando.

       O delegado se informou acerca do seu problema de saúde antes de interrogá-lo.

A cerca de ou cerca de– equivale a “perto de, aproximadamente”.

       O restaurante fica a cerca de meia hora daqui.

       Havia na festa cerca de cem pessoas.

ONDE / AONDE

Onde – como pronome relativo pode ser substituído por “em que, no qual, na qual”.

       Sei onde fica o bar que você mencionou.

       Vivemos em um país onde a corrupção se alastra rapidamente.

– como advérbio de lugar (fixo).

       Onde você estudou francês?

       Não sei onde coloquei meu celular.

Aonde – advérbio de lugar (sentido de movimento).

       Aonde ele vai com tanta pressa?

       Não sei aonde eles foram ontem à noite.

Deixe uma resposta