Dicas para tradutores na prospecção de clientes

Quem trabalha como autônomo sabe como é o processo de captação de clientes. Se me permitem a expressão, é “ralação da hora!”. A procura por clientes é um processo demorado, que exige muita pesquisa. Há várias formas de prospecção, por exemplo, sites de tradução (ProZ, Translator Café, etc.), sites de empresas, eventos da área, eventos de tradução, LindkedIn, redes sociais, networking, enfim, uma gama de alternativas.

O processo de prospecção é cansativo, mas precisa ser feito com cuidado analisando todos os detalhes. Pense que o tempo disponibilizado para essa busca pode lhe render frutíferas parcerias em um futuro próximo.

Para quem trabalha com tradução técnica da área de alimentos, por exemplo, uma dica é visitar as feiras específicas do setor, ir a restaurantes, bares e até supermercados. Hã? Isso mesmo. Visite hipermercados onde é possível encontrar uma variedade enorme de produtos e anote os nomes das empresas que constam nas embalagens. Em casa ou no seu escritório, acesse os sites e obtenha mais informações sobre elas, tais como: produtos que fabricam, serviços que realizam, onde estão localizadas, quem são os diretores e todo o tipo de informação que poderá ser útil. Faça uma lista incluindo o nome da empresa, o telefone de contato, o e-mail e, principalmente, os nomes de gerentes e de diretores para o envio de um e-mail de apresentação, que é justamente o assunto deste post.

 

Para quem direcionar o e-mail de apresentação?

 

Como mencionei acima, o ideal é fazer uma busca pelo nome da pessoa para quem enviará o seu e-mail. Personalize o envio do e-mail sempre que possível, ou seja, direcione-o a uma pessoa de decisão. Uma dica é fazer a busca pelo LinkedIn. Procure o nome da agência ou do cliente/empresa no LinkedIn e observe os seguintes itens no perfil:

 

Nome da empresa/agência – preste atenção neste item e veja bem como é escrito o nome da empresa ou da agência, principalmente se for do exterior. Para se certificar, acesse o site da empresa/agência e preste atenção aos detalhes, por exemplo: hífen, letras minúsculas ou maiúsculas no meio da palavra, nomes juntos ou separados, etc. Parece algo sem relevância, mas não saber escrever o nome do seu possível futuro cliente já é um tropeço.

 

Funcionários – acesse o link que normalmente aparece no perfil da empresa/agência, no LinkedIn, e veja quem são os prestadores de serviços. Procure o nome do CEO ou do diretor, ou do gerente responsável pela contratação. Anote o nome e personalize o envio do seu e-mail para essa pessoa.

 

Agências de tradução – antes de sair por aí enviando e-mails a todas as agências, pesquise no link do site com quais áreas elas trabalham. Não adianta você enviar um e-mail a uma agência que só realiza projetos na área jurídica se você for um tradutor da área médica. Certifique-se de que a sua especialização possa ser aproveitada em projetos atuais ou futuros.

 

 

ATENÇÃO!

Cuidado ao enviar e-mails para uma agência de tradução. Às vezes, é um colega que tem uma empresa de tradução, mas que não está buscando parcerias de trabalho. Certifique-se disso antes de disparar mensagens para todos os lados.

 

Depois desse processo, é hora de preparar o e-mail de apresentação.

 

O que incluir no e-mail de apresentação?

 

A principal orientação é não encher linguiça. As pessoas não têm tempo para ler romances. Seja sucinto e objetivo. Além disso, há três pontos principais que você deve mencionar em seu e-mail:

 

APRESENTAÇÃO

Fale quem você é, as áreas em que atua, os idiomas com os quais trabalha, se é credenciado ou membro de associações ou qualquer outro fator que julgar importante.

Dica: Imagine-se frente a frente com o cliente. Como você se apresentaria em poucos minutos? O que você mencionaria de relevante para chamar a sua atenção?

 

OBJETIVO

Por que você está escrevendo para essa empresa/agência? Por que quer ingressar naquela agência específica de tradução ou conquistar aquele determinado cliente? Qual é o seu objetivo?

 

DIFERENCIAL

De que forma você auxiliará a agência ou o cliente por meio da sua tradução? Por que eles deveriam contratar você? Quais as suas qualificações? Qual é o seu diferencial? Mostre o que a empresa ou a agência lucrará por contratar o seu serviço.

 

Não venda o seu peixe.

Venda o prato pronto para ser degustado e saboreado.

 

 

 

 

Escreva o e-mail, leia, releia, leia de novo… descanse. Leia, releia… Parece brincadeira, mas um errinho de escrita para quem é tradutor causa uma péssima impressão. Portanto, revise tudo com atenção antes de enviar a mensagem. Lembre-se de que a primeira impressão é a que fica ou a que vai embora antes de cantar parabéns.

Boa sorte e sucesso!

 

2 thoughts to “Dicas para tradutores na prospecção de clientes”

Gostaria de ler seu comentário sobre o post.